Papo de Elevador

Dicas para manter a saúde física e mental durante a quarentena

Exercícios, atividades e boa alimentação são fundamentais para garantir hábitos saudáveis em tempos de mudança de rotina. 

POSTADO: 13:44H - 13/04/2020

Dicas para manter a saúde física e mental durante a quarentena

O período de quarentena adotado em praticamente todo o Brasil alterou, naturalmente, a rotina de milhões de pessoas, que passaram a ficar mais tempo em casa para se prevenir no combate a proliferação do coronavírus. Entre os efeitos colaterais dessa medida, está a ausência ou diminuição de exercícios físicos cotidianos e até atividades que ocupem a mente.  

Diversos especialistas apontam os riscos dessa quebra de rotina, podendo gerar até sedentarismo. 

Para auxiliar nas medidas nesse período, citamos alguns caminhos que podem suprir a necessidade física e mental de atividades cotidianas. 

 

Exercícios e alongamento 

O ambiente domiciliar possui diversas adaptações em que é possível manter uma rotina de movimentação, desde de pessoas mais jovens e acostumadas a uma maior intensidade, até idosos e gestantes, que precisam focar em ações de baixo impacto. 

Para o primeiro grupo, pacotes de arroz e feijão, além de garrafas com água, podem replicar o papel das academias nesse período. Exercícios mais famosos como prancha, agachamento, pular corda e até polichinelos também são boas opções para se manter ativo. 

Para gestantes e principalmente idosos, maior foco do grupo de risco, atividades básicas podem ser a solução: levantamento simples de braços, sentar e levantar da cadeira e “pedalar no vento” são ideias que trazem alguma normalidade ao corpo em termos de exercícios. 

Para todas as idades, é importante lembrar do alongamento, seja antes de fazer atividades mais rígidas ou apenas para manter o corpo em movimento. Há diversas opções clássicas para alongas panturrilha, braços e costas.  

Uma boa dica a quem quiser ter um controle e uma visualização maior sobre variedade, carga e opções de exercícios são os aplicativos para celular e os vídeos em plataformas como YouTube, de pessoas especializadas na área. Não faltam opções para quem quiser aprender um pouco mais e encontrar a atividade física ideal. 

 

Saúde mental 

Outro ponto fundamental de ser tratado é a saúde mental das pessoas que ficam muito tempo em casa. Meditação e yoga (que também funciona na manutenção da parte física) são boas formas de relaxar e evitar os riscos de estresse, ansiedade e até depressão, apontados por profissionais da saúde. 

Além deles, uma boa forma de se manter ocupado é aproveitar o tempo livre para ler alguns livros. Essa atividade pode ser bastante relaxante e vai manter a mente ocupada e envolvida positivamente. 

Para quem quiser ampliar os horizontes, diversas empresas estão disponibilizando cursos online das mais diversas áreas de atuação, que podem servir para reforçar o seu conhecimento em determinado assunto ou explorar novas ideias, com novas imersões. 

Para todos esses casos, as plataformas digitais também possuem diversos conteúdos especializados para ajudar a encontrar e executar a melhor opção para cada pessoa. 

 

Alimentação e descanso 

Um dos pontos “invisíveis” desse período de maior tempo em casa pode ser a falta de controle para comer ou dormir. Busque manter esses tópicos regulados para minimizar os efeitos da quebra de rotina e não ter a saúde prejudicada. 

 

Mantenha o contato  

Ligue para um amigo, mande mensagem para os parentes. Manter o contato humano dentro do contexto permitido auxilia no bem-estar e no humor de quem está em quarentena, além de manter uma conexão com as pessoas próximas. 

 

Não esqueça dos cuidados cotidianos 

A essa altura, todos já devem ter entendido a importância de medidas como lavar as mãos com frequência e evitar aglomerações. Mas, se quiser dar uma repassada em cada detalhe, confira aqui o vídeo que fizemos com dicas de prevenção para o dia a dia.

Busca Posts:

Posts Anteriores: