Papo de Elevador

Carnaval e condomínio

No período mais festivo do ano, algumas possibilidades de confraternização aparecem, mas também a necessidade de reforçar os cuidados com a segurança

POSTADO: 14:02H - 19/02/2019

Carnaval e condomínio

O carnaval é uma época de bastante alegria e festejos pelo Brasil. Isso, naturalmente, se estende aos condomínios e prédios das cidades. Além de ser uma oportunidade interessante para promover boas interações e celebrações internas, os cuidados com a segurança precisam ser intensificados pelo possível aumento no fluxo de pessoas entrando e saindo dos condomínios, além do maior uso das áreas comuns.

 

Festa colaborativa

Dependendo do regime interno, a reserva de salões de festas é proibida durante o carnaval. O condomínio pode oferecer uma alternativa e promover uma confraternização entre os moradores, permitindo, eventualmente, a presença de convidados. A ação promoveria o bom convívio e pode se tornar uma tradição bem vista.

 

Decoração

É uma boa pedida para deixar o ambiente mais caracterizado com o período e trazer um visual mais agradável aos moradores e visitantes. Seria um complemento para outras ações, como confraternizações coletivas e dicas enviadas pelo síndico (que falaremos em outro tópico).

 

Atividades carnavalescas

Independentemente de realizar uma celebração maior, o condomínio pode elaborar atividades voltadas ao carnaval. Por ser um período de folga também das crianças e que muitas pessoas utilizam para ficar com a família, é uma boa alternativa encaixar pequenos passatempos.

 

Entrada e saída de visitantes

Por ser um período em que muitas pessoas recebem visitas e alternam bastante entre a casa e a rua, o fluxo de pessoas no prédio pode ficar intenso. Certifique-se de que qualquer visita, inclusive entregas de comida, se enquadrem nas devidas normas do regime interno, passando por todo o procedimento de confirmação do pedido/autorização para entrar.

 

Avisos gerais

Com o aumento no número de visitantes ou de moradores presentes apenas para a temporada, o síndico pode elaborar um comunicado e enviar aos apartamentos reforçando alguns fatores: horário limite para barulho, procedimento do uso da piscina e de áreas comuns, entrada e saída de pessoas etc.

 

Dicas aos moradores

Aproveitando o envio de uma carta com um lembrete do regime interno, o síndico pode aproveitar e fazer um breve apanhado de atrações que haverá no prédio e/ou na região. Isso atrairia a atenção e a empatia de mais pessoas para as atividades e, consequentemente, para as normas.

Busca Posts:

Posts Anteriores: