Papo de Elevador

Esquerda livre nas escadas rolantes: é realmente mais rápido?

Estudo em Londres indica redução do tempo médio ao subir parado dos dois lados. Mas, e individualmente, essa conta fecha?

POSTADO: 13:58H - 19/02/2019

Esquerda livre nas escadas rolantes: é realmente mais rápido?

As estações de metrô ao redor do mundo possuem algumas regras informais, mas de boa convivência e para facilitar o cotidiano: dar preferência ao desembarque antes do embarque é uma delas. Deixar a esquerda livre para circulação nas escadas rolantes, de quem prefere subir a pé, é outra.

Um estudo recente feito em Londres, porém, coloca essa última regra em discussão: segundo a London Underground, escadas rolantes com mais de 18,5 metros de altura têm o congestionamento reduzido em 30% se todos subirem parados, lado a lado, sem deixar a esquerda livre. Os pesquisadores fizeram o pedido para que as pessoas subissem paradas, uma ao lado da outra, durante o horário de pico para chegar a essa conclusão.

Isso se dá porque, desta forma, a escada estaria sempre preenchida, ao invés de deixar um dos lados liberado. A altura tem influência porque, segundo o estudo, escadas muito longas ficam com boa parte do lado esquerdo vazio.

Por outro lado...

A eficiência no escoamento e, consequentemente, a redução do tempo médio, cobra um preço. E os mais apressados pagam a conta. Enquanto as pessoas que subiriam paradas pela direita, teoricamente sem tanta pressa, conseguem chegar mais rápido ao destino, os passageiros eventualmente atrasados ou com necessidade de chegar rápido a um determinado lugar demorariam mais tempo.

Mesmo ao utilizar escadas convencionais, seria necessário uma intensidade e uma velocidade muito maior para compensar a falta do lado esquerdo aberto na escada rolante.

E você, qual método prefere?

Busca Posts:

Posts Anteriores: